Centenário do paisagista Burle Marx é uma exposição artística completa

Até o dia 13 de setembro, os paulistanos e turistas da cidade de São Paulo poderão visitar a exposição comemorativa “Roberto Burle Marx 100 anos: A permanência do instável”, que ocorre no Museu de Arte Moderna de SP – MAM, no Parque Ibirapuera, uma das grandes obras do paisagista.

Burle Marx nasceu em São Paulo e morou toda sua vida no Rio de Janeiro. Era autodidata e, assim, se transformou no maior dos paisagistas do século 20 e criador do paisagismo moderno no mundo.

Criou mais de 13 mil projetos de paisagismo em 20 países, além de ser premiado como pintor e designer de jóias e produzir obras artísticas em vários formatos, como cerâmicas, gravuras, tapeçarias, muranos, figurinos e cenários para teatro e óperas.

Na exposição é possível ver de perto cerca de 180 peças de sua autoria, recebendo destaque os cenários e figurinos para o “Retrato de Dorian Gray” e decoração de carnaval; cinco muranos e registros de projetos paisagísticos, como os realizados no Rio de Janeiro: Parque do Flamengo, em 1961, e a calçada e jardins da Avenida Atlântica, de 1970.

Outros grandes projetos expostos são: Parque Ibirapuera, de 1953, os jardins da Pampulha, de 1942, os jardins da UNESCO, em Paris, de 1963 o Parque Del Este, em Caracas, de 1956, e o Biscayne Boulevard, em Miami, de 1988.

Na última sala há um espaço com a relação das plantas descobertas por ele ou que levam o seu nome, e uma ilustração botânica da Heliconia burle-marxii, feita por Margaret Mee, uma grande amiga do artista. A exibição é encerrada com filmes sobre Burle Marx.

A comemoração do centenário tem como curador Lauro Cavalcanti, diretor do Paço Imperial, no Rio de Janeiro, e conta com o apoio cultural do Grupo Pão de Açúcar.

Exposição “Roberto Burle Marx 100 anos: A permanência do instável” – Grande Sala
Visitação: 17 de julho a 13 de setembro de 2009
Endereço: Parque do Ibirapuera (av. Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portão 3)
Tel: (11) 5085-1300
Horários: Terça a domingo e feriados, das 10h às 17h30 (com permanência até as 18h)
Ingresso: R$ 5,50
Sócios do MAM, crianças até 10 anos e adultos com mais de 65 anos não pagam entrada. Aos domingos, a entrada é franca para todo o público, durante todo o dia.
Site: www.mam.org.br

Estacionamento no local (Zona Azul: R$ 1,80 por 2h)
Acesso para deficientes
Restaurante/café
Ar condicionado

Fonte: Release assessoria de imprensa do MAM