Dicas fotográficas para deixar imagens mais interessantes

Estamos na era da fotografia. A popularização dos aparelhos fotográficos digitais já é uma realidade e agora estamos presenciando o surgimento de telefones móveis com capacidade para tirar fotos com alta qualidade.

Fotografar nunca foi tão fácil. E capturar e compartilhar imagens virou mania de amadores e profissionais.

Aos iniciantes em busca de informações sobre o assunto, relacionamos algumas dicas básicas, mas valiosas, para tornar suas fotos dignas de exposição.

Câmera fotográfica
Primeiro conheça bem a sua câmera fotográfica. Leia o manual, teste os recursos descritos e, se ainda não souber como funciona alguma função, busque informações na internet. Só assim você vai conseguir bons resultados.

Para tirar boas fotos não é preciso possuir as melhores câmeras e lentes do mercado. Geralmente os equipamentos mais caros são para uso específico, direcionados aos profissionais especializados.

Foco
Quando começamos a fotografar, temos o costume de fazer o enquadramento e depois bater a foto, mas o ideal é primeiro se preocupar em fazer o foco no objeto desejado, para ele não ficar borrado.

A maioria das câmeras compactas possui a função autofoco, que funciona quando o botão de disparo é meio pressionado, sem fazer o clique.

Se o seu aparelho possui o autofoco, antes de capturar a imagem, aponte a câmera para o que você deseja destacar e faça o foco. Depois, ainda com o botão meio pressionado, faça o enquadramento e aperte o disparador até o final. Assim, o foco fica travado na posição daquele assunto/pessoa, mesmo se não estiver no centro da imagem.

Enquadramento
Ao fazer o enquadramento fuja do padrão. Não deixe o assunto principal sempre no meio do visor. Tente colocá-lo nos cantos e mostrar mais detalhes do ambiente.

Regra dos terços: Existe uma regra de enquadramento, utilizada para tirar fotos e fazer filmagens, que marca 4 pontos de destaque dentro de uma cena. Divida mentalmente o visor em 3 linhas e 3 colunas, os pontos de encontro são locais estratégicos para enfatizar um item da imagem.

Para ter mais ideias de como distribuir os elementos no visor, busque referências, principalmente de fotógrafos renomados, como Henry Cartier-Bresson, Sebastião Salgado, Araquém Alcântara, Robert Capa, entre outros. Analise as imagens, veja como cada elemento está posicionado e tente fazer igual. Copiar não é errado, é indicado para exercitar a criatividade.

Luz
Fotografia significa, do grego, “desenhar com a luz”. Se o local tiver pouca luz, a foto vai ficar escura. Se tiver muita luz, a foto vai ficar clara demais. É importante buscar a iluminação adequada.

Tome cuidado com a direção da luz do ambiente. Evite tirar fotos contra a luz, ou seja, a luz deve estar voltada para o objeto, assim se evita objetos escuros, como pessoas com sombra no rosto.

Dias cinzentos são ótimos para realçar cores e evitar sombras indesejadas.

Fotos noturnas e flash
Se não for possível evitar uma foto contra a luz, utilize o flash para clarear as sombras. E, também, para iluminar objetos em ambientes escuros. Mas o flash tem alcance limitado à uma distância de 3 ou 5 metros, que vai depender da capacidade de cada equipamento.

Ele não deve ser utilizado em objetos muito próximos da câmera, para não ficar com luz estourada – forte demais. Em alguns aparelhos é possível regular a intensidade do flash.

Fotos tremidas
Às vezes as fotos ficam tremidas, o que pode ser evitado com um tripé. Mas se você ainda não possui um, segure a câmera com os braços apoiados no corpo e o corpo apoiado em algum lugar sólido.

Você pode apoiar um joelho no chão e usar o outro como apoio para a câmera fotográfica. Também podem ser usados livros e caixas como base para o aparelho.

Aperte levemente o botão de captura para evitar tremores.

Retratos
Nos retratos, o principal assunto é a pessoa fotografada. Por isso, não tenha medo de chegar bem perto e preencher todo o visor com o tronco, o rosto ou detalhes da pessoa. Assim é possível capturar expressões e sentimentos.

O principal segredo da fotografia é sempre tentar coisas novas. Com tentativas e erros é possível perceber o que deixa ou não uma foto interessante.

Para se aprofundar mais e conhecer dicas mais específicas, visite o blog da fotógrafa curitibana Claudia Regina: www.dicasdefotografia.com.br.

No site da Confederação Brasileira de Fotografia (Confoto) – www.confoto.art.br - é possível pesquisar livros, exposições, concursos e notícias sobre a fotografia brasileira.

Fonte: Blog Dicas de Fotografia