Of. 331/2013

Aos Membros do COPAGREM

 

 

Manifesto da Indústria Gráfica à Nação

 

Somos 50 mil empresários, que representam 20 mil empresas e empregam cerca de 222 mil trabalhadores diretos, e vimos manifestar nossa profunda preocupação, como todos os brasileiros, com a solução dos problemas nacionais e com a retomada do crescimento econômico.

Estamos trabalhando com imensa dedicação e muito esforço, dando nossa contribuição ao desenvolvimento de nosso país. Por isso, também queremos ser ouvidos, pois há questões graves, que culminam com a perda de competitividade de nossa indústria, ameaçando a sobrevivência de nossas empresas.

Por isso, nos dirigimos ao Governo Federal para reivindicar em uníssono:

• Desoneração, já, da folha de pagamentos dos segmentos da indústria gráfica que ainda não foram contemplados com esta medida, em especial o editorial.

• Isenção do IPI para todos os materiais escolares.

• Alíquota “zero” do PIS/Cofins para as gráficas brasileiras que imprimem livros.

• Restabelecimento imediato do Imposto de Importação de seis tipos de papel de imprimir, que tiveram suas alíquotas de importação elevadas pela Camex.

• Adoção imediata da Margem de Preferência em todas as compras de materiais gráficos pelo setor público, incluindo as obras adquiridas pelo governo no âmbito do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

• Criação de mecanismos que proporcionem competitividade às indústrias gráficas de embalagens e livros, as quais vêm sendo atacadas de maneira predatória por concorrentes estrangeiros, especialmente da China.

• Fiscalização eficaz do uso indevido do papel imune.

• Fim da bitributação do ICMS e ISS.

A indústria gráfica brasileira exige uma resposta do poder público, pois é um setor intensivo em mão de obra e imprime/fabrica itens essenciais para a sociedade, como livros, jornais, revistas, cadernos, embalagens de alimentos e remédios!

O setor, que está há 205 anos no Brasil, não pode resignar-se ao real risco de extinção, que seria uma perda irreparável para o Brasil e para o sustento digno das famílias de 222 mil trabalhadores.

Queremos ser ouvidos em nossas reivindicações, que são antigas e correntes!

Esperamos respostas!

São Paulo, 15 de julho de 2013.

 

ABIGRAF NACIONAL
ABIGRAF Regional ALAGOAS
ABIGRAF Regional ESPÍRITO SANTO
ABIGRAF Regional GOIÁS
ABIGRAF Regional MARANHÃO
ABIGRAF Regional MATO GROSSO DO SUL
ABIGRAF Regional MINAS GERAIS
ABIGRAF Regional PARÁ
ABIGRAF Regional PARAÍBA
ABIGRAF Regional PARANÁ
ABIGRAF Regional PERNAMBUCO
ABIGRAF Regional PIAUÍ
ABIGRAF Regional RIO GRANDE DO SUL
ABIGRAF Regional SANTA CATARINA
ABIGRAF Regional SÃO PAULO
ABIGRAF Regional SERGIPE
ABIGRAF Regional TOCANTINS
SINGRAFS – ABCD - Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Baixada Santista
SINDIGRAF-BLUMENAU
SIGRAT – PIAUÍ
SINDUSGRAF-PERNAMBUCO
SIGEP – PARANÁ
SIGEPA – PARÁ
ABTG – Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica

 

Fonte: ABIGRAF – Associação Brasileira da Indústria Gráfica

____________________________________________________________________

A PLURAL é a maior e mais moderna indústria gráfica de rotativas off-set da América Latina, além de estar, pelo 11º ano consecutivo, no 1º lugar do ranking de capacidade produtiva no Brasil, de acordo com a Análise Setorial da Indústria Brasileira de Gráficas com Rotativas Offset, estudo da consultoria AMSG para a ABRO - Associação Brasileira de Empresas com Rotativas Offset.



voltar
home